6 doenças cardiovasculares comuns: sintomas, causas e tratamento

As doenças cardiovasculares se tratam de um conjunto de disfunções que ocorrem no coração e nos vasos sanguíneos. Eles surgem com a idade e tendem a estar relacionados com hábitos de vida pouco saudáveis.

Essas doenças do coração são bastante recorrentes no mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde, ocorrem cerca de 18 milhões de vítimas anualmente, sendo 85% decorrente de infarto do miocárdio e AVC.

Por esse motivo que você deve conhecer mais acerca das doenças cardiovasculares mais comuns. Prossiga com a leitura do artigo para entender melhor sobre e veja também como prevenir as doenças cardiovasculares!

Doenças cardiovasculares: quais são as mais comuns?

“Das 17 milhões de mortes antes dos 70 anos por doenças crônicas não transmissíveis, 82% ocorre em países em desenvolvimento. Destes, 37% ocorre por doenças cardiovasculares.”

Existem diferentes causas para as doenças cardiovasculares. A mais comum é a falta de hábitos de vida saudáveis, que costuma levar ao surgimento dos problemas com a idade.

Porém, as doenças também podem ser diagnosticadas ao nascer (cardiopatia congênita, por exemplo). Além disso, é possível o desenvolvimento de um problema no coração por vírus, fungos ou bactérias que provocam inflamações no órgão.

Dessa forma, para entender melhor os sintomas, causas e tratamentos, é necessário conhecer a fundo as doenças cardiovasculares mais comuns!

1. Pressão alta ou hipertensão

A pressão alta ou hipertensão causa o aumento da pressão arterial, que passa de 130 x 80 mmHg, influenciando negativamente no funcionamento do coração. As causas podem ser envelhecimento, aumento do peso, falta de exercício ou consumo excessivo de sal.

Também pode ocorrer como consequência de outros problemas, como diabetes ou doenças renais. Em geral, não apresenta sintomas, mas podem ser notados em alguns casos a tontura, dor de cabeça, dor no peito e alterações na visão.

O principal tratamento acaba sendo o uso de medicamentos e o estabelecimento de uma dieta pobre em sal. Também se deve evitar o fumo, se hidratar com 2 litros de água por dia, praticar atividades físicas e ficar verificando a pressão.

Caso o problema persista, é necessário voltar ao cardiologista para um novo tratamento.

2. Infarto agudo do miocárdio

O infarto agudo do miocárdio (IAM) é uma das doenças cardiovasculares mais comuns, acontecendo pela interrupção da passagem do sangue para o coração. A principal causa acaba sendo a gordura acumulada nas artérias do órgão.

Os sintomas da doença cardiovascular são principalmente a dor intensa no peito (que pode chegar ao braço), tonturas, mal estar e suor frio. O tratamento acaba sendo o uso de medicamentos que impeçam a formação dos coágulos e favoreçam o fluxo sanguíneo.

Além disso, é recomendada a adoção de hábitos saudáveis, como atividades físicas regulares e uma dieta pobre em alimentos com gordura.

3. Insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca é uma das doenças do coração derivadas da pressão alta, que acaba levando ao enfraquecimento do músculo cardíaco. Como consequência, existe a dificuldade no bombeamento de sangue para o resto do corpo.

Com isso, os sintomas da doença cardiovascular são:

  • Inchaço nos pés e nas pernas;
  • Falta de ar;
  • Cansaço (que é progressivo);
  • Tosse seca durante a noite.

O principal tratamento é o uso de medicamentos para a diminuição da pressão, como o Enalapril e Lisinopril. Além disso, é recomendado o aumento dos hábitos saudáveis e a diminuição do consumo de sal.

4. Cardiopatia congênita

A cardiopatia congênita acaba causando alterações no coração durante o processo de desenvolvimento que ocorre na gestação. Como consequência, há alterações na função do coração do bebê, que desenvolve a cardiopatia congênita.

Como ocorre durante a gestação, pode ser identificada já no útero materno através do ultrassom e do ecocardiograma. Pode ser um problema leve ou grave, o que diferencia o tipo de tratamento:

  • Para casos leves, é usado medicamentos diuréticos e betabloqueadores para a regulação da frequência cardíaca;
  • Para casos graves, é necessária a cirurgia ou transplante de coração no primeiro ano de vida do bebê.

5. Arritmia cardíaca

A arritmia cardíaca se trata de um problema que causa a alteração na frequência dos batimentos cardíacos, os tornando mais rápidos ou lentos. Os seus principais sintomas são palidez, cansaço, suor frio, falta de ar e dor no peito.

Isso pode ser causado por:

  • Efeitos colaterais de um medicamento;
  • Uso de drogas;
  • Prática extenuante de exercícios físicos;
  • Alteração nas concentrações de sódio, potássio e cálcio;
  • Complicações após cirurgia cardíaca;
  • Possíveis falhas nas células do coração.

O principal tratamento é o uso de medicamentos para regular os batimentos cardíacos, como propafenona ou sotalol. Além disso, podem ser necessários o implante de marcapasso, cirurgia de ablação ou desfibrilação.

6. Miocardite

A miocardite se trata da inflamação do músculo cardíaco, que pode ser causada por infecções no organismo. A infecção é capaz de existir por vírus, fungos ou bactérias (esses dois últimos já são casos de infecção avançada).

Os principais sintomas da doença cardiovascular são dor no peito, frequência irregular no batimento cardíaco, cansaço em excesso, inchaço nas pernas e falta de ar.

Por razão de suas causas, é recomendado o tratamento com antibióticos, antivirais ou antifúngicos. Caso o problema permaneça, é necessário o uso de medicamentos para a redução da pressão, controle dos batimentos e diminuição dos inchaços.

Como prevenir as doenças cardiovasculares?

Como prevenir as doenças cardiovasculares? Algumas causas estão fora do seu alcance, como a cardiopatia congênita, porém, outras podem ser evitadas através de mudanças de hábitos. As doenças do coração podem ser prevenidas através de:

  • Interrupção do tabagismo;
  • Controle da pressão arterial pela regulação do consumo de gordura, açúcar e sal;
  • Criação de alimentação saudável, com mais verduras, frutas e cereais;
  • Prática de exercícios físicos com regularidade;
  • Uso consciente do álcool;
  • Monitoramento apropriado da saúde.

Considerando o último ponto, a visita ao cardiologista é importante para a prevenção das doenças cardiovasculares. Na clínica O Doutor, você encontra a cardiologia com preço popular – agende a sua consulta agora para se prevenir!

Por |2021-11-30T15:09:38-03:0030/11/2021|Cardiologia, odoutor, Saúde, Tratamento|Comentários desativados em 6 doenças cardiovasculares comuns: sintomas, causas e tratamento

Compartilhe esta história, escolha sua plataforma!

Ir ao Topo