Câncer de pele – Saiba quais cuidados tomar durante o Dezembro Laranja

O câncer de pele se trata do tipo mais frequente no Brasil e também no mundo. Cerca de 27% dos tumores malignos identificados no país são câncer de pele, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), do Ministério da Saúde.

Ele pode ser causado por exposição prolongada e repetida ao sol, pele e olhos claros, albinismo e vitiligo. Além disso, as pessoas com histórico da doença na família ou que realizam tratamentos com medicamentos imunossupressores também são vulneráveis.

Então, como fazer para evitar esse tipo de câncer? Prossiga com a leitura do artigo e entenda mais sobre a doença!

O que é o câncer de pele?

“No ano do triênio 2020-2022, é esperado 83.770 casos novos de câncer de pele não melanoma para homens e 93.170 para mulheres.” (fonte: Ministério da Saúde)

O câncer de pele se trata de um problema causado pelo crescimento exagerado das células que compõem a pele. Isso pode ocorrer de maneira distinta, o que leva ao câncer de pele não melanoma ou ao câncer de pele melanoma.

O câncer de pele não melanoma é o mais frequente, porém, tem menor mortalidade. Ele apresenta alta chance de cura se for detectado e tratado de maneira precoce, mas pode causar deformações na pele.

Já o câncer de pele melanoma é a forma mais grave e pode surgir em qualquer parte do corpo, seja na pele ou nas mucosas. Ele aparece como manchas na pele, pintas ou sinais de formato assimétrico, bordas irregulares e mais de uma cor e tamanho.

Apesar de mais raro (apenas 10% dos casos), é o câncer mais agressivo e pode levar à morte.

Quais são os tipos de câncer de pele não melanoma?

O câncer de pele melanoma é apenas um tipo, mas o não melanoma apresenta duas versões:

  • Carcinoma basocelular: tipo mais comum na população, correspondendo a 70% dos casos. Apresenta lesões elevadas peroladas, brilhantes ou escurecidas, que crescem de maneira lenta e sangram facilmente;
  • Carcinoma espinocelular: é o segundo mais comum na população, correspondendo a 20% ou menos dos casos. Apresenta lesões verrucosas ou feridas que não se cicatrizam depois de 6 semanas, com dor e sangramentos.

Quais são as causas do câncer de pele?

A exposição prolongada e repetida ao sol é uma das principais causas do câncer de pele, principalmente quando ocorre na infância e na adolescência. Outros fatores de risco comuns são ter pele e olhos claros, ser albino ou apresentar vitiligo.

Todos esses fatores acabam aumentando o risco da sua pele desenvolver o câncer. Além disso, ter histórico na família ou estar sobre tratamento com imunossupressores também gera maior risco.

Como fazer para evitar o câncer de pele?

Apesar do perigo, a verdade é que é simples de aprender a como fazer para evitar o câncer de pele. O problema apresenta uma fácil prevenção baseada em cuidados básicos com a pele.

E quais são os principais cuidados para a prevenção do câncer de pele?

Proteger-se da luz solar

Busque evitar os períodos de maior incidência da luz ultravioleta, que costumam ser entre as 10 horas e as 16 horas. Apesar de ser importante a exposição ao sol, devido a vitamina D3, isso deve ser feito fora desse espaço de tempo e em poucos minutos.

Mas caso precise sair dentro desse horário, siga algumas dicas:

  • Procure por lugares que tenham sombra;
  • Use a proteção adequada (roupas, bonés, chapéus de aba larga, óculos escuros com proteção UV, sombrinhas, barracas);
  • Use filtro solar.

Usar filtro solar ao se expor no sol

O filtro solar é uma das principais medidas de prevenção do câncer de pele e deve ser usado a partir dos 6 meses de idade. Durante o dia, ele precisa ser reaplicado mais de uma vez, já que vai perdendo a eficácia com o tempo, suor e a água.

Caso seja exposto ao sol por 2 ou 3 horas, é necessário reaplicar após esse tempo. Se tiver baixa exposição aos raios ultravioletas, basta uma reaplicação a cada 4 ou 5 horas. Ambas as indicações são para o protetor facial e corporal.

Usar protetor labial

Os lábios também ficam expostos aos raios ultravioletas e precisam de uma proteção especial. O protetor labial é feito especialmente para essa região do corpo, devendo ser de boa qualidade para garantir a proteção nessa parte também.

Outros cuidados que devem ser tomados para a prevenção do câncer de pele

  • Os raios ultravioletas apresentam efeitos acumulativos no corpo. Por isso, verifique se existem manchas na pele, principalmente caso não tenha tomado os devidos cuidados na infância e na juventude;
  • Em dias nublados, mantenha todas as medidas de proteção.

Como é feito o diagnóstico e o tratamento do câncer de pele?

Caso apresente alguma mancha suspeita no corpo, procure por um dermatologista ou cirurgião em um exame clínico. As principais formas de realizar o diagnóstico são por:

  • Visualização das camadas de pele que não são vistas a olho nu;
  • Exame mais invasivo, comumente a biópsia.

Caso seja confirmado, podem ser indicados diferentes tratamentos para o câncer de pele. Cirurgia é o mais recomendado, seguido da radioterapia e da quimioterapia, dependendo do estágio da doença.

Se ocorreu a metástase (câncer alcançou outros órgãos), também são recomendados alguns medicamentos. Num caso de doença avançada, são realizados tratamentos para o câncer que posterguem a evolução da doença.

Onde buscar ajuda para o câncer de pele?

Onde houver um dermatologista ou cirurgião, é possível buscar ajuda para a prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer. Quanto mais cedo identificar os seus sinais, maior é a chance de sucesso.

Se sentir que há o risco de ter ou desenvolver o câncer de pele, agende a sua consulta agora na clínica O Doutor. Aqui, apresentamos preços populares para os mais diferentes tipos de consultas!

Por |2021-12-22T17:32:17-03:0022/12/2021|odoutor, Saúde, Tratamento|Comentários desativados em Câncer de pele – Saiba quais cuidados tomar durante o Dezembro Laranja

Compartilhe esta história, escolha sua plataforma!

Ir ao Topo