(84) 98726-2445   Av. Nevaldo Rocha, 3545 - Lagoa Seca, Natal - RN, 59022-385

Segunda a sexta-feira, 7h-18h - Sábados, 7h-12h

BlogInfecçãoOtite: tudo que você precisa saber sobre essa doença que acomete crianças e adultos

Otite: tudo que você precisa saber sobre essa doença que acomete crianças e adultos

Otite: Tudo Que Você Precisa Saber Sobre Essa Doença Que Acomete Crianças E Adultos

É preciso estar sempre atento ao nosso corpo e às suas possíveis irregularidades, afinal não é normal sentirmos dor ou até notarmos alguma mudança inesperada, ainda que indolor.

Quando se trata do ouvido então, a atenção deve ser redobrada. Isso porque complicações em tal órgão geram muito desconforto e causam fortes dores locais.

A otite é exemplo de uma das condições mais comuns nessa região, especialmente no público infantil. Há diferentes tipos e cada uma necessita de um tratamento próprio, haja vista que a origem da complicação pode ser diversa.

Dessa forma, é válido saber identificar as prováveis causas da otite para buscar socorro logo que os sintomas aparecerem, seja em você ou em alguém próximo a você.

Na tentativa de elucidar dúvidas acerca do quadro clínico em questão, preparamos este artigo. Aqui, você compreenderá tudo que precisa sobre a otite. Boa leitura!

O que é otite?

Otite são as infecções e inflamações do ouvido que ocasionam muito incômodo e dor ao paciente por causa do acúmulo de secreção no ouvido médio. Vale salientar que qualquer infecção no ouvido é chamada de otite.

Otite em bebês e casos mais graves no público em geral podem pedir o uso de medicamentos antibióticos, os quais só podem ser comercializados em farmácias e drogarias do país com a exposição da receita de controle especial em duas vias pelo consumidor.

Desordens relativas à otite, a exemplo de fluidos contínuos no ouvido médio ou infecções recorrentes, costumam ocasionar problemas auditivos e outros inconvenientes mais sérios.

Isso pode ser reflexo de uma otite mal acompanhada ou mal tratada. Por isso a importância de dar ao caso a devida atenção que ele merece.

Quais são os sintomas da otite?

Dores acentuadas, perda temporária da audição, febre, falta de apetite e secreções no ouvido são apenas alguns dos sintomas mais comuns da otite.

Nos casos mais graves, a membrana do tímpano pode romper e causar a expulsão de uma mistura de secreção purulenta e sangue.

Outros sintomas associados são mau humor, dificuldade para dormir, vômitos, falta de equilíbrio e tontura, além de coceira intensa na região e eliminação constante de cera de ouvido.

Há pessoas que não apresentam um sintoma sequer, o que pode ser ainda mais perigoso, já que a inflamação pode avançar de forma desapercebida.

Quais são as causas da otite?

Bactérias e vírus, micro-organismos responsáveis por inflamar e até obstruir os ouvidos, são o que causam a otite.

Habitualmente, surgem durante ou logo depois de gripes, resfriados ou infecções nas vias aéreas ou na garganta. Isso é resultado da passagem de micróbios das vias respiratórias para a orelha.

A otite ainda pode ser reflexo do inchaço das Trompas de Eustáquio, chamadas também de tubas auditivas, que podem estar assim devido a alergias ou inflamações.

Esse inchaço não permite que as secreções da orelha sejam devidamente drenadas para a garganta e elas acabam se acumulando na orelha média, transformando o local em um ambiente perfeito para a propagação de micro-organismos, gerando a otite.

Outra maneira de contrair otite é por meio da inflamação da adenoide. Como ela está próxima à abertura da tuba auditiva, uma inflamação ou aumento dessas estruturas pode bloquear as tubas, contribuindo, assim, para o aparecimento da infecção.

Como diagnosticar a otite?

O diagnóstico da otite é clínico, feito com base no histórico de saúde do paciente, na análise de seus sintomas e em exames físico e auditivo, este último realizado com determinados aparelhos, como o otoscópio e o microscópio.

Com o otoscópio, o otorrinolaringologista, médico especializado para tratar a otite, pode averiguar, por exemplo, se o tímpano se mexe livremente quando ele empurra o ar para dentro do ouvido, movimento esperado pelo profissional.

Nas crianças, o diagnóstico costuma ser feito ao se examinar a presença de sinais de efusão da orelha média, também detectados por meio da otoscopia pneumática.

Como tratar a otite?

Normalmente, o organismo combate a otite sozinho. Caso, no entanto, seja preciso buscar ajuda médica, o profissional da área poderá recomendar algum dos tratamentos elencados abaixo.

Analgésicos

Deve-se indicar analgesia quando necessária, já que a primeira atitude a ser tomada é o cessamento da dor que o paciente está sentindo. Analgésicos orais, a exemplo do paracetamol e do ibuprofeno, costumar ser bastante eficazes.

Uma variedade de analgésicos está disponível em farmácias e drogarias, seja para venda livre ou apenas com prescrição médica, e muitos deles proporcionam alívio quase imediato da dor.

Antibióticos

Se a infecção for bacteriana, podem ser receitados antibióticos. Se uma criança apresenta infecções persistentes (três ou mais infecções de ouvido em um período de seis meses, por exemplo), o tratamento com antibióticos seria interessante para prevenir futuras infecções.

Uma desvantagem do uso de antibióticos é que, quando usados seguidas vezes, podem fazer com que as bactérias se tornem resistentes a eles.

Miringotomia

A miringotomia, ou timpanotomia, refere-se a um pequeno corte na membrana do tímpano para remover o líquido do ouvido, introduzindo um pequeno tubo de plástico ou de metal é na abertura feita, deixando o ar entrar no ouvido médio e evitando o acúmulo de líquido.

O tubo será removido logo após a drenagem e o corte feito no tímpano se curará espontaneamente. Excepcionalmente, pode ficar no ouvido por um tempo para drenar completamente o líquido e evitar novas infecções.

Considerações finais

Os médicos aconselham alguns hábitos para manter a saúde auditiva, como o desuso de hastes flexíveis ou qualquer outro objeto para limpar a cera de ouvido e o uso de protetores auriculares para impedir a entrada de água ao mergulhar em praias e piscinas, por exemplo.

Em todo caso, é sempre bom conferir como está a saúde dos ouvidos, especialmente no que se refere ao pleno funcionamento da audição, que pode ser constatado através da audiometria.

E, se você busca uma clínica médica completa em Natal/RN para cuidar da sua saúde, conte conosco! Temos otorrinolaringologista disponível todos os dias em nossa clínica. Agende agora mesmo sua consulta nO Doutor!


  • Inicial
  • Quem Somos
  • Especialidades
  • Exames
  • Blog
  • Contato