(84) 98726-2445   Av. Nevaldo Rocha, 3545 - Lagoa Seca, Natal - RN, 59022-385

Segunda a sexta-feira, 7h-18h - Sábados, 7h-12h

BlogGinecologiaO verão e as doenças ginecológicas: cuidados especiais para se ter nessa época

O verão e as doenças ginecológicas: cuidados especiais para se ter nessa época

O Verão E As Doenças Ginecológicas Cuidados Especiais Para Se Ter Nessa Época

O verão é um convite para os que amam sol e praia. A estação mais quente do ano oculta, porém, oponentes indesejáveis que tendem a se alojar no sistema genital feminino, intensificando a reprodução de fungos e bactérias.

O uso prolongado de roupas molhadas, a exemplo do biquíni, é capaz de deixar as mulheres mais sujeitas a infecções externas (na vulva) e internas (na vagina), já que aumenta a umidade na região íntima. Isso atrelado à temperatura alta típica do verão contribui para a propagação de germes e bactérias.

E não só isso: o hábito de usar roupas justas, especialmente as feitas de tecidos mais encorpados, como é o caso da calça jeans, e perfumes no local agravam o aparecimento de novas e graves doenças ginecológicas.

Neste artigo, você vai entender o que faz o ginecologista, vai conhecer as doenças ginecológicas mais comuns que acometem as mulheres no verão, vai aprender quais são os cuidados necessários para se ter com a saúde íntima feminina nessa época do ano e vai compreender por que é tão importante se consultar periodicamente com o ginecologista. Continue a leitura!

O que faz o ginecologista?

O ginecologista é o médico responsável por cuidar da saúde íntima da mulher, especialmente a saúde do aparelho reprodutor feminino, que inclui útero, ovários, trompas, vulva, vagina e até mesmo as mamas.

Esse especialista médico é geralmente certificado como ginecologista e obstetra, por isso também é treinado para atuar na saúde reprodutiva da mulher, responsabilizando-se por gestações e partos.

Seu trabalho ainda pode abranger aconselhamento de pacientes sobre planejamento familiar, contracepção e menopausa. Além disso, o ginecologista é habilitado para realizar exames de doenças ginecológicas e de doenças sexualmente transmissíveis.

Tal profissional é qualificado para prescrever medicamentos e indicar especialistas em outras áreas da saúde da mulher. No mais, alguns ginecologistas se especializam em áreas específicas, a exemplo de oncologia ginecológica e cirurgia reconstrutiva.

Quais são as doenças ginecológicas mais comuns que acometem as mulheres no verão?

Para que você esteja atenta aos sinais e sintomas e evite situações desagradáveis para a saúde do seu sistema genital, elencaremos a seguir as principais doenças ginecológicas que surgem na estação do ano mais aguardada para quem ama sol e mar.

Candidíase

A candidíase é uma infecção causada pelo fungo Candida Albicans na região genital, que gera coceira e dores vaginais, vermelhidão e corrimento esbranquiçado. Um problema ginecológico comum no verão e que pode ser transmitido através da relação sexual.

Corrimento vaginal

O corrimento é todo fluxo que sai da vagina, com exceção da menstruação. Costuma ser algo normal em todas as mulheres, fugindo à regra quando muda de aspecto ou odor ou causa ardência ou coceira.

Tricomoníase

A tricomoníase é uma infecção genital causada pelo protozoário Trichomonas Vaginalis. É transmitida por meio das relações sexuais ou do contato íntimo com as secreções de uma outra pessoa já contaminada.

Vaginose

A vaginose, extremamente comum nas mulheres, é uma infecção que surge por causa do desequilíbrio da flora vaginal, a população de bactérias que vive normalmente na região genital feminina. Seus sintomas abrangem odor forte e aumento da secreção vaginal.

Infecção urinária

A infecção urinária, por fim, é a condição caracterizada pela presença de microrganismos patogênicos, normalmente bactérias, que podem acometer o trato urinário, como rins, ureteres, bexiga e uretra, sendo mais comum nos dois últimos.

Entre seus principais sintomas, estão ardência ao urinar, urgência miccional (quando a mulher vai ao banheiro com frequência para fazer xixi), urina com sangue e dores pélvicas, conhecidas popularmente como dores no “pé da barriga”.

Quais são os cuidados necessários para se ter com a saúde íntima feminina no verão?

Aqui vão algumas dicas valiosas para você manter a sua saúde íntima em dia no período mais quente do ano. Siga-as e previna-se de doenças ginecológicas no verão:

  • evite ficar com o maiô ou o biquíni molhado no corpo por um tempo prolongado;
  • não depile todos os pelos do seu órgão genital;
  • lave suas roupas íntimas com água e sabão neutro ou de coco e seque-as ao sol;
  • use camisinhas em todas as suas relações sexuais; e
  • dê preferência a calcinhas de algodão e durma sem a peça para arejar a região genital.

Por que é tão importante se consultar periodicamente com o ginecologista?

Benefícios não faltam para se consultar regularmente com o ginecologista. Só com idas periódicas a esse médico especialista é possível detectar precocemente doenças ginecológicas e ter mais êxito no tratamento dessas infecções.

O ginecologista também é capaz de identificar e tratar desequilíbrios hormonais adequadamente. Além disso, ele pode determinar o método contraceptivo mais apropriado para cada paciente e cuidar corretamente de disfunções sexuais.

Considerações finais

Agora que você já sabe o que faz um ginecologista e quais são os cuidados especiais que precisa ter no verão para fugir de doenças ginecológicas, vale a ressalva: sentir dores e/ou desconfortos nunca é normal, principalmente em uma região tão importante para o corpo feminino.

Se, portanto, você notar qualquer tipo de incômodo ou sintoma diferente do habitual no sistema genital, procure orientação de um profissional especializado, procure O Doutor. Ginecologista de qualidade e por um preço que cabe no seu bolso é aqui, contate-nos!


  • Inicial
  • Quem Somos
  • Especialidades
  • Exames
  • Blog
  • Contato